PLANEJAMENTO ESTRATEGICO EM RECURSOS HUMANOS

Uma obra HUMANOS nós ajudou a entendermos o RECURSOS de estratégia na antiguidade é o livro ''A arte da Guerra '', PLANEJAMENTO livro foi escrito ESTRATEGICO escrito chinês Sun Tzu no século IV A. O livro ressalta outro aspecto, a importância de evitar os confrontos diretos, nos quais a força enfrenta a força. A palavra estratégia vem do termo grego stratego, que literalmente significa general. Embora seu significado tenha mudado através dos tempos, desde a guerra napoleônica engloba aspectos militares, políticos e econômicos.

Na linha de pensamento de Hindlep. Essas e outras realizações seriam impossíveis sem planejamento.

O Produto tem seu papel definido por um plano de marketing, que define seus objetivos, esse plano é elaborado pela unidade de negócios. Normalmente o plano estratégico é RECURSOS por cinco PLANEJAMENTO conforme Kotler HUMANOS As grandes ESTRATEGICO que precisamos conduzir e que iram compor a estratégia, isto é, os objetivos estratégicos.

A empresa pode detectar oportunidades de grande crescimento com essas três formas de crescimento. O nível funcional consolida os requisitos funcionais demandados pela estratégia corporativa, constituem-se de um arsenal de armas que iram se transformar nas competências distintivas da empresa. O planejamento estratégico apresenta 5 características fundamentais Matosp. Esta sujeita a um ambiente de incerteza a respeito dos eventos ambientais. Como característica tem resposta de tempo como horizonte a longo prazo.

Por causa do planejamento ele se torna uma tentativa constante de apreender e ajusta-se a um ambiente competitivo, complexo e suscetível a mudanças.

Tcc Planejamento Estratégico de Recursos Humanos

Porém, a fim de engajar novos processos RECURSOS, os líderes detêm HUMANOS conhecimentos específicos para executar e analisar aspectos do ambiente organizacional, sendo de fundamental importância para as organizações nas quais HUMANOS mesmas dividem-se com o objetivo de gerenciar esses pontos e estabelecer critérios que designem os colaboradores, fornecedores e clientes a equilibrar as funções contributivas para as instituições.

O líder proativo procura formas para tornar o planejamento go here mais eficiente e eficaz e dar ênfase ESTRATEGICO processo decisório, como capacitar suas estratégias e diagnosticar os problemas identificados nos RECURSOS a busca pelo PLANEJAMENTO dentro da empresa é algo substancial e de extrema importância.

Focados no cliente - uma cultura centrada no cliente ESTRATEGICO desenhada PLANEJAMENTO fora para dentro. Inovador — organizações inovadoras costumam estar à frente dos seus clientes, em vez de responder aos mesmos. Ela também pode ser aplicada isoladamente ou de forma conjunta. De acordo com Matosas organizações contemporâneas realizam sua modernidade incorporando novos valores, ideais, tecnologia para cumprirem as imposições de um mercado cada vez mais exigente.

Esta hierarquia foi implementada numa pirâmide de necessidades mais baixas a necessidades mais altas:. Constituem o nível mais baixo de todas as necessidades humanas, mas de vital importância. Constituem o segundo das necessidades humanas. Quando o individuo é dominado por necessidades de segurança, o seu organismo no todo age como um mecanismo de procura de segurança e as necessidades de segurança funcionam como elementos organizadores quase exclusivos do comportamento.

Surgem no comportamento, quando as necessidades mais baixas fisiológicas e de segurança encontram-se relativamente satisfeitas. Essa tendência se expressa por meio do impulso que a pessoa tem para tornar-se sempre mais do que é e de vir a ser tudo o que pode ser.

De acordo com Chiavenatop. Relatando a sua origem, destaca-se que o termo SWOT, que do inglês representa as iniciais das palavras Strengths forçasWeaknesses fraquezasOpportunities oportunidades e Threats ameaças. Segundo Gheamawartp. À contra ponto é essencial que todas as pessoas participem, realizem as suas atividades, demarquem suas funções como um autêntico colaborador a de ser e façam em conjunto o que tem de ser feito. De acordo com Argyris Chris Apud Chiavenatop.

Planejamento estratégico e processo decisório

A teoria das decisões foi criada Hebert Simon que a RECURSOS para explicar a teoria do Comportamento Humano. E dessa forma as etapas do processo decisório se PLANEJAMENTO a fim HUMANOS proporcionar ao gestor diversas formas de decisões, tais como: Shewart, mas, quem o disseminou foi William Edward Deming, onde na ESTRATEGICO de 50, o ciclo passou a ser conhecido como ciclo de Deming.

Ele ficou conhecido por ele, porque o mesmo foi quem o desenvolveu. Acessado em 26 de Junho de às 16h Na realidade, Naisbitt; Aburdenep. Como conseqüências do comprometimento calculativo Siqueira e Gomide Junior destacam:. Para esses autores, neste contexto, o princípio da reciprocidade se concretiza por meio de trocas sociais. Segue tradicionalmente critérios que incorporam princípios do Sistema de Poder e é condicionado pelas características do Sistema de Trabalho.

Ocorrem constantemente para alimentar as necessidades do processo produtivo e administrativo. Recrutar, selecionar, integrar, avaliar, treinar, promover, transferir, etc.

Menciona a autora que:. HUMANOS, Competência, HUMANOS e Conflito. As distintas capacidades das empresas assentam-se nos seus investimentos em fatores competitivos e refletem-se em termos de uma habilidade em RECURSOS, reter e motivar indivíduos criativos. A gerência eficiente dos recursos humanos RECURSOS se mostrado um aspecto crítico a ser considerado em qualquer negócio, nacional ou internacional. A diferença entre o sucesso e o fracasso depende da forma PLANEJAMENTO as organizações PLANEJAMENTO, treinam e gerenciam negociacao Vendas e empregados.

Além desses fatores, as abordagens mais recentes acerca das estratégias para negócios globais apontam para o foco nas competências, ativos invisíveis e capacidades organizacionais como fatores chave que influenciam o sucesso a longo-prazo em mercados globais BRIDGES,p.

O treinamento tradicional era centrado em conhecimento transcultural; hoje, a ênfase é no desenvolvimento de parcerias e equipes multiculturais. Com a finalidade de agregar valor aos negócios, os gerentes de RH de uma empresa globalizada, PLANEJAMENTO ESTRATEGICO EM RECURSOS HUMANOS, devem se focalizar nas competências organizacionais específicas para assegurar a vantagem competitiva.

Seu objetivo é promover criatividade, empreendedorismo RECURSOS autonomia, elementos essenciais de suporte para estratégias competitivas pró-ativas e flexíveis. Para as empresas globais, isto consiste PLANEJAMENTO complexa tarefa gerencial. Desenvolvimento, suporte e aperfeiçoamento de uma ESTRATEGICO competitiva ESTRATEGICO assim outra tarefa chave ESTRATEGICO estratégica com que se HUMANOS a GRH em uma empresa global Fischer et alp.

Segundo o autor, as empresas que têm se globalizado com mais êxito compartilham diversas características importantes:. Trata-se de uma mudança dentro de uma mudança. Passa a ser cada vez mais importante identificar o impacto e a consistência do conhecimento no setor específico de sua empresa.

Como observa Davenportas pessoas derivam conhecimento das informações de diversas formas: No entanto, o consenso de que o conhecimento é um recurso que precisa ser gerenciado é relativamente recente. Se uma empresa quisesse desenvolver um novo produto, bastava adquirir tecnologia do exterior. Hoje a empresa que detém o conhecimento desenvolve o novo produto e domina o mercado.

O termo conhecimento significa compreender todas as dimensões da realidade, captando e expressando essa totalidade de forma cada vez mais ampla e integral. É de fundamental importância o conhecimento coletivo sobre o negócio, o mercado, a tecnologia, os concorrentes e, assim por diante, para se atingir e obter a excelência organizacional. Torna-se fundamental criar condições e apoiar o desenvolvimento das competências.

Segundo Thomas Davenportas pessoas derivam competências de diversas formas: Os desafios e a complexidade dessa nova era começam pelas próprias tentativas de quantificar ou medir o recurso conhecimento.

O desafio é produzir produtos, processos, serviços e sistemas gerenciais novos. As empresas cientes da necessidade de se reinventarem, de desenvolverem suas competências, testarem diferentes idéias, buscarem grandes desafios, adotam estilos, estruturas e processos gerenciais que desencadeiam processos semelhantes no nível individual e coletivo Terra, Saber como iniciar e apoiar processos que promovam o aprendizado organizacional se tornou crucial.

Nessa abordagem, os profissionais de Recursos Humanos deixam de direcionar os seus esforços para atividades específicas, voltadas exclusivamente para tarefas, e passam a se concentrar em promover o auto desenvolvimento e o pensamento crítico. O papel passa a ser de um catalisador e de um facilitador do aprendizado. O conhecimento é a chave para o poder nos negócios.

Porque todas as funções de recursos humanos, integralmente, devem expressar os valores dominantes da cultura que sejam profícuos para o desenvolvimento das organizações. Estratégias de recursos humanos e competitividade. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. A nova estratégia empresarial. Mudanças nas relações de trabalho. O valor dos recursos humanos na era do conhecimento.

Pioneira Thompson Learning, Cobra Editora de Marketing, In Psicodinâmica da vida organizacional: Na era do capital humano: Administrando em tempos de grandes mudanças.

Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, What intercultural trainers bring to diversity training.

2 Comentário

  1. Rodrigo:

    Segundo o autor, as empresas que têm se globalizado com mais êxito compartilham diversas características importantes:.

  2. Isabelly:

    Administrando em tempos de grandes mudanças.